10 fatores para levar em consideração antes de abrir uma escola

10 fatores para levar em consideração antes de abrir uma escola

Quem nunca tomou uma atitude motivado pela paixão?

Nesta jornada do Ateliê conhecemos várias pessoas que abriram a sua escola motivada pelo amor à pedagogia e às crianças.

Algumas destas escolas, que nasceram a partir de um grande sonho, se transformaram num grande sucesso, mas outras se perderam pelo caminho.

E o que fez com que isso acontecesse? A capacidade de gerir um negócio. Mesmo motivados pela paixão não podemos esquecer que um empreendedor precisa sempre ter o olhar voltado para o futuro e, como todos sabemos, muitas vezes a nossa paixão é cega!

Um estudo do SEBRAE realizado no ano de 2014 revelou que cerca de 21% das escolas abertas tiveram as suas portas fechadas em menos de 2 anos.

Se você quer abrir uma escola, e não quer fazer parte desta estatística, nós separamos este post com 10 fatos que você não pode ignorar antes de abrir a sua escola.

Estas dicas são fruto do nosso convívio diário com gestores, visitas a escolas de todos os portes e a nossa própria experiência como empreendedoras. Vamos começar?

  1. Qual o tamanho que a sua escola terá?

O tamanho de uma escola é proporcional aos custos para mantê-la.

Já vimos situações em que o crescimento da escola não foi planejado e o passo acabou sendo “maior do que as pernas”. Isto também pode acontecer no caso da abertura de uma escola nova.

É essencial entender quantos alunos você pretende atender, para que a partir disso você possa dimensionar todo o resto: tamanho da estrutura física, número de funcionários necessários, investimento inicial com a montagem da instituição (móveis, computadores, equipamentos, brinquedos, etc).

Sem este número o seu projeto de novo negócio já começa sem um norte.

  1. Qual o perfil do público que irá atender

Este ponto é FUNDAMENTAL. A escolha do seu público alvo irá ajudar você na definição de outras coisas importantíssimas.

Você precisa saber exatamente quem será o seu cliente. No caso das escolas é preciso pensar em dois clientes: o aluno e os pais. O que utilizará os serviços da escola e o que contratará os serviços da escola.

Isto é o que chamamos de definição do avatar do seu cliente. Este é um exercício importante, que todo empreendedor deve fazer, e para te ajudar selecionamos algumas perguntas que podem te guiar nesta tarefa:

  • Qual é o sexo do avatar?
  • Onde ele mora?
  • Qual a sua idade?
  • Onde ele trabalha?
  • Qual a sua renda média?
  • O que ele vai buscar na sua escola?
  • Qual a maior preocupação do seu avatar?
  • Como a sua escola irá solucionar o problema do seu avatar?

Respondendo à estas perguntas você conseguirá traçar um perfil do seu cliente e, melhor, conseguirá definir o conceito da sua escola, o valor da sua mensalidade, o horário de funcionamento, os serviços que irá oferecer, etc.

  1. Qual a localização da sua escola?

Sabendo qual será o seu cliente você já terá na mente quais são os bairros em que a sua escola deverá estar.

Você conseguirá definir se o prédio deverá estar numa área bem servida de transporte público ou se o mais importante é que haja um bom acesso de veículos particulares.

Vai entender também se é importante estar próximo a uma região em que há mais empresas ou se o miolo de um bairro é mais interessante.

Tudo isso de acordo com o perfil dos alunos que você irá atender.

  1. Escolha o imóvel ideal

Depois de definida a região em que a escola deverá estar, é hora de escolher o imóvel ideal para implantar o seu novo negócio.

Este imóvel deverá ter uma dimensão que abrigue os alunos, a equipe e todos os equipamentos necessários ao bom funcionamento da escola.

Além disso, é necessário verificar a condição geral do edifício. Analise a situação das instalações hidráulicas, elétricas, da cobertura e veja se serão necessárias muitas obras para que a sua escola possa funcionar.

Finalmente é importante averiguar se o prédio está com toda a documentação em ordem, de forma que não seja necessário se preocupar com legalizações que venham a atrasar ou até impossibilitar a abertura da sua escola.

Um arquiteto pode ajudar muito nesta tarefa da escolha do novo imóvel, um olhar treinado pode evitar surpresas desagradáveis e estimar com maior precisão o investimento que será necessário para a estrutura física da escola.

  1. Conheça os seus concorrentes

É muito importante fazer uma pesquisa de mercado e entender como atuam os seus concorrentes:

  • Quais são os diferenciais que os seus concorrentes apresentam?
  • Como é a estrutura física deles?
  • Quais os valores médios das mensalidades e serviços prestados pelas escolas da região?

Baseado nesta pesquisa você poderá formatar o seu produto e pensar na divulgação

  1. Organize toda a parte burocrática

Antes de abrir a sua escola você já tem que ter fechada toda a parte burocrática necessária para seu funcionamento. Selecionamos aqui alguns documentos essenciais para que sua escola funcione bem:

  • Contrato de prestação de serviço que deverá ser firmado com os contratantes.
  • Contrato de trabalho de cada um dos colaboradores – professores, assistentes, seguranças, faxineiros, cozinheiros, etc.
  • Manual de conduta dos alunos – este documento mostra quais são as regras de funcionamento da escola.
  • Ficha médica dos alunos
  • Ficha pessoal dos alunos
  • Modelos de recibo

Neste momento a ajuda de um advogado é primordial. Um profissional especializado faz toda a diferença neste momento e garante segurança e qualidade na criação de todos estes documentos

  1. Selecione uma equipe campeã.

Quem tem um negócio sabe o valor de uma boa equipe.

Colaboradores bem treinados e que entendam o quanto aquela empresa é importante para eles também são uma parte importante no sucesso de qualquer negócio.

Fazer a seleção correta dos colaboradores já é meio caminho andado para que a sua escola funcione bem, mesmo quando você não está presente. Nem sempre isto é simples e errar é muito comum.

Caso você não tenha experiência, uma empresa de recrutamento e seleção pode auxiliá-lo nesta jornada.

  1. Qual será a sua estratégia de divulgação?

Você tem a escola mais bonita, que oferece o melhor atendimento, com a melhor equipe, preços competitivos e uma proposta pedagógica incrível.

Entretanto nada disso faz sentido se você não tiver alunos.

Chegamos então na estratégia de divulgação, as pessoas precisam saber que a sua escola existe!

Contratar uma equipe para fazer a sua comunicação visual e toda a sua estratégia de marketing é o melhor dos mundos. Entretanto sabemos que nem sempre isso é possível.

O mínimo que você precisa ter é um site bem feito, otimizado para as buscas no Google e que apareça nas primeiras páginas de busca.

  1. Organize seu fluxo de caixa

O investimento para a abertura de um negócio é grande e deve ser muito bem planejado.

Mas além deste valor, é importante que você tenha uma reserva para o funcionamento da escola enquanto o número de alunos ainda não cobrir o pagamento das despesas.

Isto é o que chamamos de fluxo de caixa, ou seja, é um valor que deverá ser guardado e que cobrirá os custos de operação durante pelo menos 6 meses.

Este planejamento é de extrema importância e não pode, de forma alguma, ser negligenciado.

  1. Estude, sempre

Antes, durante e depois da sua escola estar funcionando é muito importante se manter atualizado e mergulhar de cabeça no mundo do empreendedorismo.

Existem muitos cursos, workshops e palestras gratuitos oferecidos por empresas e instituições como o SEBRAE, a ENDEAVOUR e a FGV.

Na internet também há muito material disponível sobre empreendedorismo, gestão de equipe, gestão de tempo e muitos outros assuntos que farão parte do seu dia-a-dia.

Uma dica importante é manter contato com outras instituições de ensino e seus gestores. A troca de experiências com pessoas que já passaram pelas mesmas dificuldades que você sempre traz importantes reflexões e soluções que talvez você não chegue sozinho.

Informação e troca de experiências nunca é demais, encontre o seu grupo e compartilhe.

Empreender é uma grande aventura que deve começar com PLANEJAMENTO.

Se você acredita que a sua escola precisa ter um espaço atraente, que converse com a proposta pedagógica da sua instituição e que crie encantamento no seu cliente, nós podemos te ajudar.

Converse com a nossa equipe e saiba como um arquiteto pode ajudar na implantação do seu novo negócio.

Envie seu email pelo atelieurbano@atelieurbano.com.br, será um prazer participar da realização do seu novo projeto.

Ateliê Urbano
atelieurbano@atelieurbano.com.br

Unir criatividade, técnica e inovação em seus projetos é o sonho de todo arquiteto, e quando o Ateliê Urbano nasceu em 2003 era esse o nosso objetivo. Hoje nos sentimos realizadas em ver que nosso trabalho nos fez conseguir algo ainda maior do que o objetivo inicial. Hoje realizamos sonhos.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.