Como modernizar uma escola confessional?

A escola confessional é aquela vinculada ou pertencente a igrejas, ou confissões religiosas. Esse tipo de instituição baseia os seus princípios, propósitos e forma de atuação em uma religião, diferenciando-se das escolas laicas.

Para esse tipo de escola, o desenvolvimento dos sentimentos religiosos é um dos principais objetivos junto ao trabalho educacional. Dessa forma, se a escola laica constrói sua proposta baseada apenas em correntes pedagógicas, a confessional procura ter um embasamento além do pedagógico: o filosófico/teológico.

Desafios da escola confessional

O maior desafio das escolas confessionais é aliar tradição à inovação. Muitas vezes, essas instituições são estabelecidas em prédios mais austeros, antigos, com uma arquitetura mais imponente, rígida e simples. Por isso, para as escolas que querem difundir uma imagem mais moderna e tecnológica, surge um obstáculo.

Apesar de serem tradicionais e já bem conhecidas, o método de ensino vem evoluindo bastante ao que era antigamente. Não é por um colégio ser cristão, focado em uma religião que ele não se modernizou pedagogicamente. Devido a isso, muitas escolas vêm enfrentando dificuldades em mostrar para as pessoas que o ensino mudou bastante ao longo do tempo. Por isso, a arquitetura do espaço ajuda a realçar essas mudanças.

Projeto de Sala Infantil em escola confessional

Como transmitir inovação em escolas confessionais

A imponência e autoridade de prédios antigos acaba não transmitindo a inovação que essas escolas abraçaram. Ou seja, acaba espantando quem procura um ensino mais tecnológico, pois tendem a pensar que não é uma realidade daquela escola.

Diante disso, o que nós tentamos fazer quando nos deparamos com esses projetos é não omitir os valores, a tradição e os conceitos religiosos, pois é algo que as pessoas continuam procurando em uma escola. Esforçamo-nos sim, para alinhar isso com uma nova forma de ver o mundo, mais conectado, onde o aprendizado se dá de maneira muito mais fluida.

A imagem abaixo, por exemplo, é do Colégio Santo Agostinho, escola tradicional de São Paulo.

Colégio Santo Agostinho. Fonte: https://csa.osa.org.br/

Esse colégio, com mais de 80 anos de história, vinha passando por várias mudanças na proposta pedagógica. Com isso, a demolição de algumas salas e um banheiro permitiu que fosse criada uma sala maker onde os alunos podem desenvolver atividades com jogos, criação e produção de peças e os professores têm uma estrutura ideal para instigar a criatividade e o trabalho em grupo. 

Colégio Santo Agostinho

escola confessional em são paulo

Sala Maker Colégio Santo Agostinho

A arquitetura entra para fortalecer os valores e a inovação

Mudar os espaços ao longo do tempo é fundamental para qualquer escola. Os anos passam e uma estrutura que há algum tempo era bastante funcional, hoje pode não atender a todos da melhor maneira possível. Portanto, o olhar profissional pode auxiliar na modernização da sua instituição e no bom aproveitamento dos espaços.

Uma das vantagens dessas escolas confessionais é que geralmente os edifícios têm um pé-direito alto, corredores largos, janelas generosas e áreas verdes e livres. A arquitetura de base já é ótima o que deixa a reforma muito mais simples de ser feita. Uma maneira de valorizar tecnologia e inovação é através da arquitetura.

Adequação de acessibilidade em escola tradicional

Adequação de acessibilidade em escola tradicional

Todavia, a acessibilidade também é um ponto que merece atenção em escolas confessionais. Como muitas estão localizadas em prédios antigos, elas não possuem uma adaptação de acessibilidade adequada. A imagem acima, por exemplo, é de uma escola com estrutura antiga que precisava de uma rampa que a conectasse com o prédio principal.

Como resultado, ter acessos acessíveis na sua escola, também mostra inovação e a preocupação com o público que vai frequentar o espaço.

Os comentários estão fechados.