Reforma do subsolo para o Colégio Santa Amália – Maple Bear

Category
Projetos Escolares, Projetos Maple Bear
About This Project

Numa cidade como São Paulo, espaço é um artigo de luxo. Se falamos de escolas em então, vale ouro!
O Colégio Santa Amália no Tatuapé é uma unidade da Mapple Bear que precisava de mais salas de aulas para o período integral, uma nova biblioteca, uma nova cozinha e um espaço de refeições e convivência para os alunos.
O programa estava muito claro e definido, o problema era: onde colocar tudo isso?
O único espaço disponível para a criação destas novas áreas na escola, era o primeiro subsolo do prédio. A direção estava em dúvida se seria viável utilizar este local: ele tinha pouca iluminação, a estrutura aparente era feia, o piso estava bem danificado…estas questões eram desafios a serem vencidos com o projeto.
Aqui no Ateliê simplesmente adoramos a ideia, tem algo mais desafiador do que transformar um lugar insalubre no espaço mais interessante e disputado pelos alunos da escola? Claro que abraçamos o projeto com muito carinho e o resultado não poderia ser diferente: ninguém diz que até poucos meses aquilo era um subsolo inóspito e sem graça.
A distribuição dos espaços seguiu alguns critérios técnicos como a facilidade de exaustão para cozinha e o aproveitamento de pontos de água e esgoto existentes no local.
O objetivo era fazer com que as pessoas que conheciam o espaço não se lembrassem mais como ele havia sido um dia e para isso precisávamos ser muito assertivos na escolha das soluções.
Começamos pela escolha de cores vibrantes, uma delas o vermelho símbolo da marca Mapple Bear, elas estão espalhadas no mobiliário, no brise vertical que divide o pátio interno da circulação das salas de aula e nas placas acústicas da sala de música.
E por falar em acústica, ela também foi uma das nossas preocupações. Para diminuir a reverberação e melhorar a absorção de som utilizamos forros modulares da Knauff. Nas salas optamos pelos forros modulares minerais nas salas de aula e na área de convívio. Na biblioteca criamos forros flutuantes utilizando as placas da linha Cleaneo da Knauff.
O piso vinílico em placas da Durafloor foi uma escolha técnica e estética. Técnica por conta da durabilidade, facilidade de manutenção e das propriedades acústicas. Estética porque as cores eram exatamente as que queríamos para harmonizar com os móveis e a base neutra das paredes.
Todo o desenho de mobiliário foi feito aqui no Ateliê. Propusemos peças de desenho simples, mas com grande efeito visual. O espaço precisava de personalidade e os móveis sempre são uma excelente ferramenta dentro do projeto.
Nem precisamos dizer que o prazo era curtíssimo já que obra foi executada durante as férias de final de ano. Uma parte fundamental do projeto é escolha de todos estes materiais para que o prazo de execução seja respeitado. Quando pensamos nas opções de acabamentos, na iluminação, no detalhamento do mobiliário já vamos pesquisando seus prazos de entrega, estoques e valores…tudo deve andar junto. Por isso fazer uma reforma sem projeto pode gerar tantas dores de cabeça, o segredo do sucesso de uma obra é o PLANEJAMENTO.
Comparando as fotos do antes e do depois é possível perceber que todo espaço pode ter seu uso renovado e modificado. Muitas vezes não é necessário construir mais, só é preciso ressignificar lugares considerados “sem salvação”.
Só temos a agradecer a confiança de toda a equipe do Colégio Santa Amália que nos entregou sem ressalvas o espaço e acreditou que um olhar profissional poderia criar o ambiente que eles tanto queriam e precisavam.
Agora o antigo subsolo ganhou vida nova e os alunos ganharam um novo ambiente de aprendizado e conhecimento.