A escola pós pandemia – novas crenças e valores na volta às aulas

A escola pós pandemia – novas crenças e valores na volta às aulas

Com esta pandemia aprendemos o valor real da casa como abrigo, sentimos na pele o medo de adoecer, entendemos que a amizade é um bem preciosíssimo, percebemos que isolados é difícil encarar este mundo maluco em que estamos. Muitos de nós tem pensado em como será encarar o mundo lá fora depois deste tsunami de emoções. As incertezas nos levam a rever nossas crenças e costumes, e isso deve se refletir na volta às aulas pós pandemia.

Temos acompanhado discussões e artigos que abordam como serão os novos comportamentos depois do final do isolamento. É claro que se torna impossível traçar um caminho absolutamente preciso, mas algumas indicações são bem interessantes.

Cerca de 170 acadêmicos holandeses, por exemplo, lançaram um manifesto sobre como deve ser o ovo modelo econômico pós pandemia (você pode acessá-lo aqui ). 

Institutos de pesquisa tem levantado dados sobre como serão os novos hábitos de consumo, de vida e sobre como as pessoas pretendem se comportar depois do final do isolamento. Com base em tais dados, empresas já tem elaborado planos para receber seus funcionários, para estabelecer novas relações com seus clientes e criar uma imagem mais conectada a este “novo mundo”.

Acreditamos que as escolas terão papel importantíssimo neste mundo de novos jeitos de ensinar e de aprender, de se relacionar, de se comunicar, de viver. As instituições terão a oportunidade de usar a volta às aulas pós pandemia como gatilho de uma nova realidade.

Sempre falamos para os nossos clientes que escolas têm diversos “consumidores” a agradar: funcionários, professores, pais e, sobretudo, alunos. Todos eles têm papel fundamental no organismo vivo que é a escola e cada um deles terá uma demanda diferente no pós pandemia.

Você gestor já parou para pensar em cada um deles?

Não sou dona, mantenedora, diretora ou gestora de uma escola, entretanto tenho frequentado este mundo da educação diariamente há quase seis anos como fornecedora de serviços, há quase treze anos como mãe e há quarenta e quatro anos como aluna (sim, continuo estudando, sempre). Partindo desta experiência diversa e de todas as pesquisas que temos acompanhado me arrisco em colocar alguns pontos que, acredito, serão muito válidos para a volta às aulas no pós pandemia.

 

1.Faça seus funcionários se sentirem bem

Também tenho funcionários em minha empresa, estão todos trabalhando em casa. Nos falamos diariamente através de ferramentas de comunicação on-line e é perceptível a insegurança e o medo diante das notícias e da imprevisibilidade dos fatos.

Pessoas são pessoas em qualquer atividade que exerçam e, imagino, que tais sentimentos também devam se repetir com os funcionários da sua escola. 

Algumas instituições mantiveram a equipe de retaguarda trabalhando, prestando informações, ajudando na organização e limpeza dos espaços. Contudo, a maioria do quadro, só irá retornar após a liberação das aulas.

É para este momento que os gestores deverão ter um plano de ação bem desenhado e algumas providências que podem ser tomadas são:

volta ao trabalho em grupos

Inicialmente poderão voltar os funcionários que não apresentam problemas de saúde ou que já tenham sido contaminados pelo COVID e estejam curados (e sem sequelas), num segundo momento poderão retornar aqueles que fazem parte do grupo de risco. É importante monitorar a saúde de todos e afastar aqueles que apresentem quaisquer sintomas.

Promova um ambiente de trabalho seguro

Forneça material de proteção (máscaras, luvas, botas, aventais, etc) a toda a sua equipe. Crie um ambiente protegido com limpeza rigorosa e controle de entrada e saída.

acolha a todos e transmita segurança

Neste momento a boa recepção, a gratidão e o espírito de colaboração farão toda a diferença. Faça com que seus funcionários se sintam amparados e felizes com o retorno.

2.Mostre o valor de seus professores

Se houve um profissional que teve que se reinventar neste período de isolamento foi o professor. De repente a sala de aula lhe foi tirada, o calor humano de seus alunos desapareceu e a insegurança de usar a câmera como interlocutora do diálogo com a sua plateia surgiu.

A carga de trabalho cresceu brutalmente com planos para serem revistos, aulas para serem gravadas e a necessidade de um domínio de ferramentas que até pouco tempo, muitos desconheciam. 

Nossos mestres estão exaustos. E mesmo assim devem estar sonhando com o momento de terem seus alunos perto de si novamente.

Nada mais justo que a recepção a estes profissionais seja digna de todo o esforço que tem feito.

Melhore o espaço da sala dos professores

Coloque um mobiliário confortável e que facilite a preparação de aulas e a pesquisa de conteúdo. Crie banheiros privativos (se puder), algo que já é obrigatório por lei, mas muitas escolas não sabem. Crie um espaço com água, café algumas frutas e um lanche rápido para o entre aulas.

Treinamento de atualização

O ensino à distância já é uma realidade, ajude a seu professor a se aprimorar aprendendo a lidar melhor com as ferramentas EAD e melhorar sua didática.

Crie um espaço de preparação de vídeos

Falamos um pouco mais sobre isto neste post, um estúdio de gravação pode melhorar muito os conteúdos oferecidos pelos professores. Avalie a possibilidade de produzir um espaço dedicado a isso

Ouça os mestres

Certamente na volta às aulas no pós pandemia os professores terão muitas ideias sobre como melhorar a experiência do aluno, sobre como a escola pode aprimorar a sua forma de ensinar e como este novo mundo irá impactar sobre as crianças e jovens

3.Acolha os pais

Não será nada fácil levar novamente nossos filhos para a escola. Abriremos mão da segurança da nossa casa pela escola tão cheia de gente, tão movimentada, tão grande…

Escute as dúvidas e ajude a controlar toda a ansiedade e o medo dos pais. A escola deverá representar um porto seguro na volta às aulas pós pandemia. 

Faça comunicados periódicos, informe como será o processo de retorno, indique quais providências estão sendo tomadas para que se evite aglomerações, quais serão os protocolos de higiene.

Comunique sobre alterações no calendário, sobre as formas de avaliação… É como se tudo estivesse começando do zero. O trabalho será intenso, mas de suma importância para aqueles que estão se sentindo sem chão agora.

A escola precisa “abraçar” estes pais e fornecer a ele todo o apoio e garantias de segurança de que precisam. 

4.Mostre a importância de seus alunos e a felicidade em tê-los de volta

Não há nada mais triste do que uma escola em silêncio. Neste período de quarentena visitamos alguns clientes cujo projeto está em andamento e dá um vazio enorme ver toda aquela estrutura sem qualquer sinal de vida.

É como um edifício abandonado sem o porquê de sua existência.

Crianças e jovens são a alma de qualquer instituição de ensino e é para eles que toda a atenção deverá estar voltada. Sim, falamos de todas as outras partes desta dança e salientamos a sua importância, mas sem alunos não há aprendizado e a escola perde a sua razão de ser.

E aqui fica uma pergunta: se você tivesse ficado mais de quarenta dias longe de seus amigos, sem as brincadeiras, afastado de seus professores, sem a hora do lanche, como você gostaria que fosse o seu primeiro dia na escola na volta às aulas pós pandemia?

Você gostaria de ficar quatro ou mais horas dentro de uma sala, já recebendo conteúdo, pois o ano letivo está corrido?

De ser soterrado de tarefas de casa para recuperar o tempo perdido?

Ou ficar num auditório ouvindo palestras de quais são as regras e com funcionará a escola nesta nova fase?

Digo por mim que não. Meu sonho seria poder ficar um tempão falando em roda com meus amigos sobre como foram estes dias, ou encontrar os professores mais queridos e dividir com eles quais foram as minhas angústias, ou ter alguém que simplesmente me desse apoio para enfrentar a perda de alguém querido neste período…

São tantas as possibilidades que me parece que o primeiro dia deveria ser uma grande comemoração de um recomeço, uma festa para marcar nova forma de ver o mundo, pra discutir como este tempo de quarentena nos ensinou (ou não) a ser seres humanos melhores.

Abra o coração e os ouvidos e ouça estas crianças e estes jovens, pois, certamente, deles virá uma visão inovadora do que será este mundo pós COVID, a sua fala terá muito mais conteúdo do que qualquer aula.

Transforme o primeiro dia de retorno dos seus alunos numa experiência incrível e inesquecível. Crie uma memória afetiva que sirva de cura para tempos tão estranhos.

Grandes crises sempre impulsionam grandes transformações e acreditamos que o retorno às aulas no pós pandemia não será igual à volta de um simples período de férias. Muitas relações terão que ser acomodadas, muitas incertezas vencidas e o acolhimento se fará palavra de ordem.

.

Ateliê Urbano
atelieurbano@atelieurbano.com.br

Unir criatividade, técnica e inovação em seus projetos é o sonho de todo arquiteto, e quando o Ateliê Urbano nasceu em 2003 era esse o nosso objetivo. Hoje nos sentimos realizadas em ver que nosso trabalho nos fez conseguir algo ainda maior do que o objetivo inicial. Hoje realizamos sonhos.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.