Ideias criativas para a biblioteca na escola

A biblioteca escolar tem como principal objetivo apoiar e fortalecer o projeto pedagógico da escola, além de ampliar o interesse dos alunos pela leitura, principalmente na fase da alfabetização. Isso, porque todas as atividades realizadas fora da sala de aula costumam estimular ainda mais os alunos, proporcionando uma ferramenta diferente ao aprendizado.

Contudo, sabemos que para ter sucesso nessa tarefa, a atividade precisa ser agradável e sem imposições. Algo para atingir esse objetivo é a construção do espaço; tanto quando falamos de conforto ambiental, infraestrutura e ergonomia quanto da estética. Com isso, todos esses elementos fazem parte do pacote para se projetar uma biblioteca escolar ideal.

Por isso, escrevemos esse post para mostrar ideias de como uma biblioteca pode ser criativa, funcional e uma grande aliada no ensino da sua instituição de educação.

A importância da biblioteca na escola

A biblioteca é um espaço de conhecimento que existe há séculos. Antigamente, a preocupação era de se criar amplos espaços de leitura organizados. Já hoje em dia, estamos inovando neste tipo de projeto. Soluções tecnológicas avançadas, ambientes imersivos e experiências multimídia são uma maneira de deixar o ensino mais interessante para os alunos.

Além da nova biblioteca ser uma ferramenta a mais no aprendizado e ajudar na alfabetização, ela também virou espaço de socialização, atividades interdisciplinares e até pequenos eventos da escola. Isso acaba contribuindo para a vida do aluno em diversas formas, além de aprimorar os seus conhecimentos.

Por isso, é importante se atentar em alguns aspectos construtivos que irão potencializar todos os benefícios que citamos acima.

Escolha do mobiliário

Bom, já tratamos bastante por aqui que o mobiliário, independente do espaço na escola, é beeem importante. A escolha do móvel precisa tornar aquele espaço atrativo para as crianças e adolescentes. Caso não seja adequado nem na altura ou na finalidade, o aprendizado do aluno naquele local pode ser prejudicado.

Com isso, uma dica ao escolher o mobiliário para a biblioteca escolar é guardar os livros em estantes em uma altura que os alunos tenham autonomia para escolher o que ler. Ou seja, a altura precisa ser adequada à faixa etária que irá utilizar esse ambiente.

Outra dica é ter espaços onde eles se sintam confortáveis, como pufes, arquibancadas, mesas e cadeiras que também sigam a altura indicada para cada faixa etária.

Biblioteca – Maple Bear Klabin

Projeto luminotécnico

Já o projeto luminotécnico, diz respeito ao conforto visual da biblioteca. Ou seja, tanto na escolha de uma iluminação natural como artificial é necessário planejamento para que não atrapalhe a leitura dos alunos.

Iluminação geométrica

Quando possível, é interessante investir em luz natural utilizando janelas amplas e em luminárias e materiais acústicos que melhorem o conforto e não atrapalhem as atividades ali realizadas. Além disso, a iluminação artificial é uma ótima maneira de deixar o local mais criativo, através de nuvens acústicas, iluminação suspensa ou embutida.

Na imagem anterior, temos um exemplo de como a iluminação pode ser usada de maneira diferenciada: uma luminária com formas geométricas intercaladas do tipo de sobrepor na laje existente. Já na imagem abaixo, desenhamos uma sanca invertida e um forro acústico com furações redondas aleatórias.

Iluminação embutida no forro

Contudo, sabemos que, quando se trata do orçamento de uma escola, nem todo gestor tem a verba necessária para um projeto abastado. Ainda assim, é possível planejar um ambiente com materiais de bom custo – benefício e reaproveitar a estrutura que já existe na escola.

Biblioteca para educação infantil

A arquitetura pode contribuir muito para o aprendizado das crianças, seja no ambiente escolar tradicional ou em espaços que às vezes são negligenciados, como a biblioteca.

Sobretudo, um projeto para biblioteca infantil deve apostar nas cores e elementos lúdicos para estimular a leitura. Nesse sentido, outro ponto de atenção é em relação à disposição dos livros, que com as estantes baixas, facilitam seu acesso.

Biblioteca escolar infantil

A imagem acima é de uma escola que faz o uso de diferentes espaços para favorecer a aprendizagem. Por isso, buscamos ressaltar essa característica através da arquitetura. Esse é um espaço para leitura, produção textual, apresentações e convívio dos alunos. Na parede, temos um painel “pegboard” para exposição de trabalhos e pendurar os materiais escolares, como lápis e canetas para desenho.

Para incorporar a natureza, escolhemos um piso de grama sintética, para que as crianças possam se sentar ao chão ou até mesmo ficarem descalças. Também colocamos trepadeiras em uma estrutura metálica fixada no teto. Isso deixa o espaço mais aconchegante e confortável! A paleta de cores, tanto das paredes como do mobiliário, segue tons claros.

Outras soluções criativas

 

Biblioteca com cabines de leitura

Esta biblioteca foi construída no subsolo de uma escola. Por isso, utilizamos bastante iluminação artificial para compensar a falta da natural. Ademais, para diminuir a reverberação e melhorar a absorção de som, criamos forros flutuantes no teto e utilizamos as cores vibrantes da escola no mobiliário.

Cabines de leitura

Ao fundo, temos essa cabine de leitura que pode servir tanto para estudos individuais como para uma leitura divertida. Aproveitamos todo o espaço que podíamos para o armazenamento da grande quantidade de livros que a instituição dispunha.

Uso de Arquibancadas

Por fim, temos essa biblioteca bastante moderna e nada tradicional! O uso de arquibancadas e as cadeiras suspensas deixam o ambiente mais descontraído, atraindo o aluno para o espaço e incentivando a leitura.

A arquitetura pode sim, conseguir estimular os alunos e auxiliar professores na realização de atividades colaborativas, buscando o desenvolvimento pessoal e intelectual.

Os comentários estão fechados.